13 de fevereiro de 2010


Sou cuidadora da minha irmã Vilma com câncer LINFOMA NÃO HODGKIN.

Quando a primeira consulta com o oncologista estava finalizando, fiz a pergunta crucial: “Dr. ela está com câncer?”. Sem me olhar nos olhos disse: “sim, é câncer”, e esclareceu nossas primeiras dúvidas. No primeiro instante, é claro, sentimos como se estivéssemos sido atropeladas por um trator, e percebi que o mundo pesa muitos quilos. Choramos abraçadas e a partir daí não nos separamos mais.
Sempre bem disposta e alegre, sua luz e alegria contagia a todos. Quando comunicamos prá família, os que vinham visitá-la imaginavam encontrar uma mulher caída, triste, arrasada, infeliz. Pelo contrário, seu auto astral não se abateu. Ela transmite otimismo e alegria. O câncer foi diagnosticado em abril/2009, passou por 20 radioterapias, e no momento está na quarta de 6 aplicações de quimio. Antes que seu cabelo começasse a cair, conversamos e decidimos não passar pelo trauma, decidimos então raspar a cabeça.
Fizemos desse momento uma festa. Eu mesma passei a máquina na frente do espelho, e, à medida que o cabelo ia saindo na máquina ríamos: a careca é gual a dos nossos 5 irmãos. É sempre muito divertido quando saímos na rua , ela assumiu o câncer e não usa peruca e nem lenço. Todos olham, alguns perguntam o que ela tem, pensam que é a gripe suína (ela não sai sem a máscara para evitar as doenças oportunistas), algumas pessoas dizem que vão orar por ela. Fazemos disso um momento alegre. Sempre achei minha irmã bonita - hoje, careca, com olheiras, mais magra , está mais BELA– ela teve que mudar o loock, usa vestidos longos, brincos mais exuberantes. Ela está simplesmente linda, e não me canso de dizer isto a ela. O que ajuda mesmo é a benção de DEUS, a fé que temos de que passaremos por esta etapa de nossas vidas com equilíbrio emocional, serenidade e bom humor.
MAS E EU? Como cuidadora, abandonei completamente a minha vida, não que eu quisesse, simplesmente foi assim. Seu oncologista me cham de pitbull, já o radioterapeuta me chama de anjo da guarda. Sem perceber de imediato, treinei meu equilíbrio e serenidade, minha paciência e humor. Quem é cuidador tem transformações interiores e de valores externos totalmente modificados. É uma benção pra mim poder estar nesta posição de CUIDADORA.
Bjs doces.Apaixonado
Postar um comentário

Translate