23 de junho de 2010

QUEM DISSE QUE SEXO É DESGASTANTE APÓS OS 40?


HOMEM x OBRIGAÇÃO SEXUAL
Existe o mito que, quanto mais se faz sexo na juventude, menos sexo se fará nas relações futuras. Sexo não acaba por causa disso. Há uma variação sexual de acordo com a idade da pessoa. O hormônio responsável pelo desejo sexual é a testosterona, substância que diminui um pouco em sua produção com o passar dos anos e, o próprio corpo ficar mais cansado com a idade. Não importa o quanto você ejacula ou tenha orgasmos na juventude, isso não vai privá-lo de sexo após os 50 anos, pode apostar nisso. QUANTIDADE é na juventude, quando o homem tem o necessidade de 'AUTO AFIRMAÇÃO' e QUALIDADE é a consequência da 'MATURIDADE SEXUAL'. E salve os encantos do homem maduro, os QUARENTÕES, CINQUENTÕES, SESSENTÕES...
A sociedade cobra do homem uma postura de que ele deve estar sempre pronto para o sexo, sempre "estar a fim”. Isso é um mito. Conforme a idade, ele não estará sempre com disposição para ao sexo. Existe uma tendência conforme a idade e as características individuais de cada um. Na juventude tem-se uma maior disposição ao sexo. Na puberdade, a masturbação é mais frequente quando comparado com a mulher da mesma idade. Já no homem mais velho isso não acontece, mas em contrapartida a saciedade (satisfação sexual plena após atividade sexual) é muito maior do que na juventude. Pela manhã, devido a um específico estágio do sono, há maior tendência de se ter ereções (as chamadas "ereções do mijo"). Mas ao longo do dia, a vontade sexual pode variar e até pode ser absolutamente normal um homem não apresentar desejo sexual algum. Ele não pode é encucar.
Beijos doces.
V.L.




Postar um comentário

Translate